O que é e para que serve Fluxo de Cadência e dicas de ouro de como fazer

Fluxo de Cadencia

Você sabe quantas tentativas de contato (incluindo ligações) faz por dia? E quantas tentativas de falar com um lead antes de desistir? Essas foram duas das perguntas que fizemos no Inside Sales Benchmark Brasil 2017 e o resultado foi o seguinte:

Fluxo de cadência

Mais de 40% dos respondentes fazem até 4 tentativas de contato com um lead antes de desistir, quando na verdade o número de respostas dobra após a 7ª tentativa, conforme mostramos neste post e no gráfico abaixo.

Fluxo de cadência

Em 72% das empresas, os vendedores fazem, em média, menos de 30 ligações, enquanto o estudo SaaS AE Inside Sales Report 2017, mostrou que a média para vendedores americanos é de 33 ligações por dia.

Fluxo de cadência

O resultado, ao unir estes dois dados, é a evidência de um grande número de oportunidades deixadas na mesa por má prática do processo de prospecção em Inside Sales.

A solução? Fluxo de cadência.

O que é fluxo de cadência de vendas?

Gabe Larsen define cadência de vendas como “plano sistematizado de uma série de interações que utilizam diferentes métodos de comunicação a fim de aumentar as chances de contato com um prospect“.

Um fluxo de cadência, então, é a organização e execução desse plano de acordo com um ritmo pré-definido de tentativas de contato e intervalos entre uma atividade e outra.

Na imagem abaixo temos um exemplo de como funciona um fluxo de cadência na prática:

Fluxo de cadência

Fonte: Insidesales.com

Para que serve o fluxo de cadência?

O fluxo de cadência serve para fornecer uma estrutura de atividades, geralmente focadas na prospecção de oportunidades, que podem ser executadas e repetidas pelo vendedor com o objetivo de otimizar o tempo e melhorar os resultados de vendas.

Podemos destacar três propósitos do fluxo de cadência:

  • Organizar as demandas de cada vendedor: uma das primeira atividades de prospecção é ligar para o lead. É normal, por exemplo, que um vendedor tire um tempo em sua agenda para ligar para 20 a 30 pessoas de uma vez, dependendo do tamanho do pipeline e das metas de vendas. Se o contato não for bem-sucedido da primeira vez, ele pode iniciar um fluxo de cadência, organizar a agenda para tentar contato com os leads e não perdê-los rapidamente. O que nos leva ao próximo item;
  • Garantir o máximo aproveitamento de leads: o fluxo de cadência aumenta as chances de falar com os leads, como vimos acima. A partir do momento que é possível organizar as demandas a ponto de acomodar uma sequência de atividades para cada um dos prospects, nada fica para trás perdido ou esquecido. O resultado é uma melhora na prospecção e um volume maior de deals sendo ativados.
  • Conquistar clientes: está claro, né? Ao falar com mais pessoas e conseguir encontrar melhores oportunidades, as chances de conquistar novos clientes são ainda maiores!

Agora vamos falar da parte técnica do fluxo de cadência?

Fluxo de cadência manual x automático

Um fluxo de cadência é manual quando não existe nenhum tipo de ferramenta automática auxiliando o vendedor no lembrete de suas demandas e organização dos pontos e ritmo de contato. É neste caso, também, que aparecem a maioria dos problema relacionados à falta de produtividade na etapa de prospecção:

  • Desperdício de tempo: o vendedor precisa agendar lembretes manualmente para cada lead, escrever o mesmo e-mail várias vezes, buscar informações sobre a conversão na ferramenta de marketing utilizada, etc.
  • Falta de acompanhamento: checar respostas e acompanhar o andamento de cada oportunidade é um desafio para o vendedor, mas é ainda maior para o gestor, que não tem como ver uma visão clara do processo;
  • Atrasos e falhas de contato: por ter que lembrar de cada ponto de contato manualmente, é natural que aconteçam atrasos em ligações e envio de mensagens, ou mesmo esquecimentos;
  • Abandono de leads: e os esquecimentos que mencionamos acima também podem gerar abandono de leads devido à falta de acompanhamento.

Mas o problema mais importante, no ponto de vista do desempenho da equipe, é a falta de controle. Por ser um método de execução impreciso, não é possível saber o que está funcionado, acompanhar o andamento do processo e identificar melhorias necessárias.

E como você pode ver abaixo, “controlar a cadência de contatos com os prospects” é um desafio para 21% dos respondentes do Inside Sales Benchmark Brasil.

Desafios inside sales

Além disso, quando o fluxo de cadência é manual, é muito comum ver o uso do CRM para a etapa de prospecção, uma prática não aconselhável já que, na maioria dos CRMs, não é possível estruturar um fluxo que pode ser aplicado em vários leads e o preenchimento de dados deve ser feito manualmente. Ou seja: vendedores perdem em produtividade (e vendas).

Ter um sistema próprio para gerenciar o fluxo de cadência de uma equipe de vendas vai ajudar a manter a regularidade dos atendimentos e gerar melhores resultados.

Montando um fluxo de cadência de vendas – quais os passos?

Montar o fluxo de cadência não é tão difícil, o desafio é adequá-lo à realidade do prospect, e dependendo da quantidade de perfis que você conversa, e o seu objetivo, será preciso ter um número maior ou menor de fluxos.

No fluxo de cadência de prospecção, o objetivo é falar com o lead. Por isso, siga esta sequência:

5 Passos para montar um fluxo de cadência:

  1. Alterne e-mails, ligações e interações via social
  2. Avalie o mercado em que ele está inserido e tente utilizar estas informações para personalizar o seu discurso ou e-mails. Com isso, as chances de atrair a atenção do lead são maiores;
  3. Saiba quais meios de contato seus prospects usam. Com isso, a cadência ficará ainda mais eficiente e você não estará falando com o nada.
  4. Cadências com mais telefonemas do que e-mails são mais agressivas, enquanto o contrário (mais e-mails que ligações) são mais passivas.
  5. De acordo com o ticket médio, a cadência deve ter mais ou menos toques (tentativas de contato), pois ele dita quanto tempo você pode investir em cada deal. Tickets médios baixos, normalmente abaixo de R$ 300, envolvem cadências de no máximo 6 toques, enquanto tickets altos,  (acima de R$ 2000) permitem mais de 11 toques.

Aqui você encontra informações mais aprofundadas sobre como estruturar e aplicar um fluxo de cadência para otimizar a etapa de prospecção.

Como avaliar a eficiência e ajustar o fluxo de cadência de vendas

O objetivo no fluxo de cadência é conseguir algum tipo de resposta do seu lead em pelo menos X% dos casos (compatível com o seu segmento). Se você está abaixo disso, reveja o seu processo e entenda o que está acontecendo. Algumas opções:

Também pode acontecer de não ser necessário tantos pontos de contato do seu fluxo. Nesse caso, teste diminuir um pouco o período do seu fluxo ou mudar as formas de entrar em contato com a pessoa.

Em fluxo de cadência, não existe uma receita pronta! O sucesso vai depender do segmento, do tipo de produto/solução que você fornece, do ticket médio, etc. Por isso, teste sempre que possível! E veja abaixo mais dicas melhorar a sua Prospecção de Clientes.

Conheça a planilha de prospecção de clientes

prospeccao

Resumo
O que é e para que serve Fluxo de Cadência (e dicas de ouro de como fazer)
Título do Post
O que é e para que serve Fluxo de Cadência (e dicas de ouro de como fazer)
Descrição
Aprenda de uma vez por todas o que é fluxo de cadência, como pode impactar a sua operação de Inside Sales e quais dicas para aproveitar ao máximo!
Autor

Você pode gostar também de...