[Guia] O raio-x do Marketing Viral

marketing viral

Que empreendedor não quer que seu produto seja um sucesso arrasador, venda milhares de unidades em pouco tempo e esteja na boca do povo? Esse é o sonho de muitos e a realidade de poucos. Isso porque marketing viral não é nada fácil de fazer.

Para de fato construir um produto ou serviço que tenha chances de ter um crescimento exponencial e “viralizar”, é preciso muito estudo, horas e mais horas de testes e coleta de resultados e coragem para inovar. E para grande parte das grandes organizações, processos de inovação no marketing que podem trazer resultados inesperados são vetados.

E aí mesmo está a oportunidade para pequenas e médias empresas. Mais ágeis, essas organizações podem utilizar novos conceitos de marketing viral para se destacar da concorrência e abocanhar uma fatia do mercado em que atuam. Os 5 mantras abaixo têm o objetivo de fazer ideias de como viralizar o produto pipocarem na sua cabeça.

(Alguns deles foram inspirados em livros referencia no assunto, que são citados no final do post. A leitura deles é ALTAMENTE recomendada).

1) Faça seus clientes parecerem interessantes quando compartilharem sua mensagem

Essa é a regra de ouro da qual todas as outras derivam. Existe um motivo pelo qual as pessoas compartilham algo no Facebook ou citam um assunto durante o jantar: para que elas pareçam interessante para o receptor da mensagem.

É como um jogo de “pontos sociais”. Toda vez que você compartilha uma informação interessante com algumas pessoas, ganha pontos sociais. Se você compartilha apenas assuntos chatos (como fotos do seu cachorro no Instagram), perde pontos sociais. As pessoas com mais pontos sociais são vistas como mais interessantes, e certamente irão colher os benefícios disso. E todos jogam esse jogo, mesmo que de forma inconsciente.

Um exemplo mais concreto: se seu amigo gosta de bons restaurante e você acabou de saber que um chef famoso abriu um restaurante na cidade, você provavelmente vai contar isso pra ele. E vai fazer isso porque sabe que a informação será valiosa para esse amigo, e isso fará com que ele veja você como alguém bem informado, interessante.

Esse é o verdadeiro motivo pelo qual 90% das informações são compartilhadas. Então, se você deseja que as pessoas passem para frente a mensagem de sua empresa, construa elas de forma que os transmissores da informação parecerem interessantes quando passarem ela adiante.

Marketing viral é isso: fazer as pessoas terem vontade de compartilhar seu conteúdo!

E como fazer uma informação ficar interessante? Leia os outros 4 mantras abaixo.

2) Seja memorável (no marketing e no produto)

O mundo está cheio de produtos medíocres, e de profissionais de marketing que fazem campanhas medíocres. As pessoas estão cansadas de ver anúncios de produtos nos comerciais da televisão, páginas de revista e outdoors espalhados pela cidade. É tudo mais do mesmo.

Se você deseja chamar atenção da sua audiência em um mercado saturado de informação, seja MEMORÁVEL. Crie uma campanha de marketing que não apenas seja impactante, mas que seja impactante ao ponto de fazer as pessoas falarem sobre isso e passarem a mensagem para frente.

O comercial abaixo foi feito por uma empresa de laticínios situada no Egito e logo se tornou um dos comerciais mais virais de todos os tempos:

Memorável não? Essa campanha transformou laticínios, uma classe de produto “chata”, em algo divertido e sobre o qual valia a pena falar. As pessoas compartilham esse vídeo porque ele é radicalmente diferente das típicas propagandas de laticínios. Coisas normais e rotineiras não viralizam, apenas o radicalmente novo e memorável tem chance de ter um crescimento assombroso em pouco tempo (lembre sempre: se você quer ser uma estrela, faça algo espetacular).

Porém, não basta criar uma ótima campanha de marketing viral. Uma campanha impactante pode fazer diversas pessoas comprarem seu produto pela primeira vez, mas apenas a qualidade dele irá fazer com que as pessoas se tornem clientes fiéis e continuem falando dele no longo prazo.

É como se a Laticínios Panda criasse a campanha “Never say no to panda”, mas tivesse um produto abaixo da média. As pessoas iriam provar o requeijão uma vez, mas depois voltariam para a comprar do concorrente que tivesse maior qualidade. Nem o melhor profissional de marketing do mundo consegue salvar um produto ruim no longo prazo.

Para gerar marketing boca a boca constantemente é necessária a combinação: marketing memorável + produto fantástico.

3) Encontre os influenciadores do seu mercado

Influenciadores são pessoas com alta propensão de testar um produto novo passar a mensagem adiante, caso aprovem esse produto. Eles gostam de estar na “crista da onda”, gostam de provar algo antes que seus amigos o tenham feito e depois contar para todos sobre sua experiência.

Se a experiência for positiva, esse influenciador será um promotor do seu produto. Se for negativa, ele será um detrator.

O importante é colocar seu produto na mão dessas pessoas, que não tem medo de testar algo novo e que ainda não está 100% perfeito e comprovado pelo mercado. Encontre o nicho de influenciadores no seu mercado, faça com que eles testem o que sua empresa oferece e garanta que a experiência seja positiva. Depois disso eles irão ajuda-lo a conquistar uma fatia maior do mercado ao contar as pessoas sobre seu produto.

E porque eu não posso ir direto atrás da maior fatia do mercado? Geoffrey Moore explica o porque disso em “Crossing the Chasm”, através do diagrama abaixo:

diagrama chasm

A grande maioria do mercado irá te ignorar completamente no início. Eles não querem testar um novo produto, atualmente eles já resolvem o problema que seu produto se propõe a solucionar de outra forma e não estão dispostos a se arriscar e gastar seu tempo para buscar uma nova solução.

Assim, gastar preciosos recursos de marketing tentando alcançar essas pessoas é inútil. A melhor forma de atingir essa suculenta fatia de mercado é fazer com que os influenciadores, pessoas mais propensas a inovar, falem do produto para eles.

Foque os esforços iniciais do marketing em colocar seu produto nas mãos de pessoas dispostas a testá-lo, e conquiste-os de forma que te ajudem a conquistar o restante do mercado.

O marketing viral é ainda mais necessário se o seu produto é “sério” e não tem um apelo divertido intrínseco, como um game ou aplicativo. Lembre-se que estes dois últimos têm maiores chances de serem viralizados naturalmente. Portanto, não ignore a estratégia de encontrar seus influenciadores.

4) Aplique a Regra do Oposto

Todos seus concorrentes estão investindo em anúncios na TV? Faça apenas marketing on-line. Há tempos seu mercado não vê um produto realmente inovador? Foque em P&D e apresente algo novo para ele.

Vá pelo caminho contrário dos players em seu mercado, essa é sempre uma boa forma de se destacar da concorrência.

5) Desenhe um produto viral

Antes de lançar um novo produto faça a si mesmo as seguintes perguntas:

– Qual o nicho certo para lançar esse produto? Quem são os influenciadores desse mercado que irão testar o produto e passar a mensagem para outras pessoas?
– Como mostrar esse novo produto as pessoas de uma maneira memorável?
– O produto em si é melhor que a média do mercado? Ou estou lançando apenas mais do mesmo?

Como Seth Godin diz em seu livro “Purple Cow”: produtos desenhados para serem virais tem maiores chances de viralizarem de fato.

Livros sobre Marketing Viral:

purple cowTítulo: Purple Cow

Autor: Seth Godin

contagiousTítulo: Contagious

Autor: Jonah Berger

crossing the chasm

Título: Crossing the Chasm

Autor: Geoffrey A. Moore

ideias que colam

Título: Ideias que Colam

Autor: Chip Heath & Dan Heath

unleashing the ideavirus

Título: Unleashing the Ideavirus

Autor: Seth Godin

ponto da virada

Título: O ponto da virada

Autor: Malcom Gladwell

Resumo
[Guia] O raio-x do Marketing Viral
Título do Post
[Guia] O raio-x do Marketing Viral
Autor

Você pode gostar também de...