Como liderar uma equipe com sucesso elevar a performance do time

como liderar uma equipe

É fato: se você quiser empreender, será muito difícil fazê-lo sozinho, por isso, é preciso saber como liderar uma equipe com sucesso. Trabalhar em um time traz diversas vantagens, e a meu ver, as duas principais são:

  • Velocidade: Eric Ries (autor de “The Lean Startup”) diz que a velocidade com a qual você traz a sua startup pro mercado é diretamente proporcional às suas chances de estar viva dois anos após seu lançamento. A velocidade de um time de 3 pessoas é muito maior do que 3 vezes a velocidade de cada um dos integrantes separadamente. Por quê? Num time cada um trabalha na área que tem mais interesse ou que rende mais.
  • Motivação: não tem jeito, muitas vezes você vai desanimar e pensar se todo o seu esforço faz sentido. Fundar uma startup é uma montanha russa. Num dia tudo pode parecer estar indo muito bem, no próximo você se perguntar por que não prestou o concurso da Petrobrás como aquele seu colega da faculdade que já tá está lá com a vida “garantida”. Um time ajuda muito nessas horas – quase sempre vai ter alguém animado e de pé pra te ajudar a levantar (se todos estiverem querendo desistir isso pode ser um sinal de que é uma boa ideia).

Mas como liderar uma equipe fantástica? Infelizmente, montar e manter um time excepcional não é tarefa fácil (às vezes fica muito difícil). Não tem como liderar uma equipe com sucesso sem muita dedicação.

As 5 dicas a seguir são aprendizados adquiridos durante os meus 4 anos de experiência em startups. Algumas delas podem parecer óbvias, mas merecem atenção. Já outras são menos evidentes e devem ser sujeitas a sua própria experimentação e julgamento.

Como liderar uma equipe com sucesso

1) Se junte a estranhos, contanto que confie em sua integridade e competência

Uma empresa não é festa entre amigos. Não espere trabalhar somente com quem você já conhece há tempos e com quem se sinta a vontade. Camaradagem e intimidade muitas vezes conflitam com profissionalismo e crítica construtiva.

No Brasil, diferentemente da Europa, ainda se mistura muito o lado profissional com o pessoal. Ter um estranho no time pode, portanto, ser muito saudável.

2) Tenha pelo menos um co-fundador que seja expert no mercado alvo

Se ninguém no seu time entender bem do mercado de ações, a corretora que vocês estão planejando abrir não vai funcionar.

Claro que todos do time vão aprender muito na nova empreitada, mas, se ninguém conhecer razoavelmente bem o caminho das pedras, vocês vão se perder. Gaste um tempo extra buscando mais um sócio – ainda que um “estranho” – caso ache que ninguém tem bastante experiência relevante no time atual. Pense assim: Como liderar uma equipe com sucesso se ninguém do time entende de verdade deste ramo de atuação?

Importante: se você tiver começando uma startup com base tecnológica, é imprescindível ter um co-fundador que seja “techie”. É possível contratar uma empresa que se responsabilize pela TI ou uma consultoria on-line no assunto, mas alguém no time deve entender tudo que está sendo entregue desde o começo.

Outro ponto importante é que os fundadores realizarão as primeiras vendas, e se eles não são especialistas no assunto é muito difícil convencer os primeiros clientes (e investidores, parceiros, etc.) de que o produto é confiável.

Gravei um podcast com o Maurílio Alberone, da E-dools, sobre essa fase de transição dos fundadores para os primeiros vendedores. Vale a pena!

3) Faça um acordo de Vesting de no mínimo 3 anos entre os co-fundadores

Ninguém sabe o dia de amanhã. Já tive a desagradável experiência de abrir uma empresa com um sócio que já era meu amigo há muito tempo e que desistiu da empresa depois de 6 semanas de atividades. Caso eu não tivesse feito um acordo de Vesting, as ações dele estariam “perdidas” pra sempre.

O Vesting garante que, caso alguém saia prematuramente da empresa – prematuro nesse caso quer dizer menos de três anos, já que em um ou dois anos não se faz milagre numa startup – ele devolverá parcialmente suas ações para que elas possam motivar um novo co-fundador a se unir ao time.

Não se engane: mesmo em pequenas empresas, tomar essas precauções pode evitar dores de cabeça no futuro.

4) Defina responsabilidades claras e crie uma cláusula de Drag-along Tag-along para os co-fundadores

Quanto mais sócios você tiver, mais rápido você conseguirá lançar sua startup. Por outro lado, ter muitos co-fundadores gera mais complexidade nos processos de gerenciamento e tomada de decisões.

Para evitar essa complexidade desnecessária,  defina áreas claras de responsabilidade e os seus processos correspondentes. Afinal, como liderar uma equipe com sucesso se não ficar bem definido quem faz o que na empresa.

Caso a maior parte dos co-fundadores quiser fazer um aumento de capital, aceitar investimento de VCs ou até mesmo decidir pela venda da empresa, uma cláusula de Drag-Along Tag-Along pode poupar muita dor de cabeça. Essa cláusula garante que um co-fundador sozinho não terá poder de veto contra tais decisões.

5) Divida para conquistar: crie um “Option Pool” para colaboradores chave

Eu não tenho tempo – e acredito que você também não – pra controlar em detalhes o que meus colaboradores estão fazendo. “Micro-management” só traz problemas. No entanto, como ter certeza de que o seu gerente de vendas está realmente engajado, assim como você?

Criar uma cultura na organização é uma excelente forma, mas startups são quase sempre muito jovens para criar uma cultura sólida. Minha sugestão é dividir um pouco da empresa com quem é chave pra ela.

Se você achar que a saída do CTO da sua startup vai ter um impacto negativo, talvez seja a hora de oferecer um pouco do “Option Pool” pra ele (manter os especialistas que o time possui é fundamental para o crescimento da empresa no longo prazo).

Naturalmente as ações que são distribuídas por meio do “Option Pool” devem ser atreladas a condições de tempo de permanência na empresa, assim como com o Vesting entre os co-fundadores.

Baixe o modelo de Contrato de Vesting para sua startup:

Créditos da Imagem: Wrike

Resumo
Como liderar uma equipe e elevar a performance do time
Título do Post
Como liderar uma equipe e elevar a performance do time
Descrição
Receba 5 dicas de como liderar uma equipe de co-fundadores e empreender com alta performance. Acesse o post e confira nossos aprendizados!
Autor

Você pode gostar também de...