Sumário

  • Marketing

Como montar uma loja virtual partindo do zero

Existem muitas vantagens em se ter um e-commerce: você pode ganhar escala e mostrar sua marca a locais onde não imaginava chegar. Pode-se aproveitar do marketing digital, monitorar seus visitantes e explorar os mercados mais promissores. Até aí, tudo OK!

Porém, o Brasil é um país gigantesco e apresenta inúmeras dificuldades para qualquer empreendedor que deseja abrir um comércio virtual, e muitas delas já conhecemos: alta carga tributária, transporte rodoviário custoso, etc.

Para facilitar o processo de abertura elaboramos esse post com dicas práticas, e focado no essencial para que você saiba como montar uma loja virtual. Ao final de cada item apresentamos os custos estimados.

Agora vamos às dicas:

1) Domínio do site

Essa é a primeira (e mais urgente) dica. Seu site precisará de um nome, e para isso é necessário verificar a disponibilidade do domínio em sites especializados no assunto.

Para domínios “.com.br” recomendamos o site Registro.br, e para domínios “.com” o site GoDaddy. O mais lógico é associar o nome da sua marca ao domínio do site. Você pode ter o site registrado com ambos os domínios se julgar interessante, direcionando o “suaempresa.com” para “suaempresa.com.br”, por exemplo.

O custo estimado é de R$ 30 a R$ 40 ao ano.

2) Plataformas prontas Open Source ou alugadas?

Essa é uma dúvida frequente de quem quer saber como montar uma loja virtual. Existem layouts prontos para que você consiga facilmente montar um e-commerce, e hospedar fotos e informações dos seus produtos. Essa é uma solução barata e prática para quem está disposto a “sujar as mãos” nessa etapa, mas com recursos limitados.

Porém, é necessário conhecimento de programação para instalar e configurar com sucesso os recursos instalados. O Magento é a principal plataforma Open Source do mercado, e um bom layout já instalado e configurado por um profissional custa em torno de R$ 6 mil.

Há algumas opções de plataformas alugadas, com custos que variam de R$ 30 a R$ 8 mil, dependendo da quantidade de recursos.

Recomendamos este artigo do portal Guia de E-commerce, para saber como escolher uma plataforma de e-commerce.

3) Servidor de hospedagem e Certificados de Segurança (Protocolos SSL)

Independente de como será desenvolvido, seu site terá arquivos a serem hospedados e este é um custo a ser computado. Uma solução como o HostGator cobra a partir de R$9,99 mensais por hospedagem, variando conforme a quantidade de domínios e outros fatores.

Há outras opções de hospedagem no mercado, como por exemplo GoDaddy e RedeHost E Uolhost. Recomendamos que você converse com amigos que possuem um website e pergunte sobre a experiência com seus fornecedores.

O protocolo de segurança (SSL)é requisito essencial pois seu usuário trocará dados financeiros e de login. Sem isso, você perderá muitas vendas!
As soluções de hospedagem fornecem também protocolos de SSL. O custo da solução do Hostgator gira em torno de R$ 30 por mês, dependendo da quantidade de páginas.

4) Gateway de pagamento

Para a venda das mercadorias você precisará intermediar a transações financeiras com segurança. Isso dá a sensação de profissionalismo e mais opções de pagamento ao cliente

Existem várias ferramentas online para isso e recomendamos algumas: PayPal, Vindi e AsaaS. Os modelos de cobrança dessas ferramentas são variados, respectivamente nessa ordem: % pela transação, cobrança recorrente mensal e custo fixo por boleto gerado.

Recomendamos que analise o momento de sua empresa, quantas transações ela faz por mês e qual o ticket médio de venda. Esses dados vão determinar qual opção é mais barata para o seu caso.

5) Empresas de logística

A gestão manual das encomendas e envio tradicional pelos Correios só é uma alternativa no início, onde o volume de produtos é muito baixo. Não considere essa alternativa quando sua operação estiver com um volume já de algumas centenas de produtos. Além disso, há sempre a possibilidade de uma greve nos Correios e o risco do seu cliente receber a encomenda fora do prazo aumenta muito.

Com o ganho de escala os desafios são muito maiores e é sempre interessante ter mais de uma empresa de logística parceira e não ser “refém” dos eventuais problemas que uma delas possa ter. Elencamos algumas opções abaixo, focadas no transporte terrestre:

Vialog
Directlog
Jadlog
TNT

Os custos vão variar basicamente conforme a distância do transporte e peso da encomenda.

6) Atendimento online

Comentamos em outro post sobre a qualidade no atendimento ao cliente e as consequências positivas que ela traz. É vital sanar as dúvidas e aumentar a chance de vender seus produtos desde a abertura da sua loja virtual.

Sugerimos a ferramenta de atendimento online da Meetime, na qual sua empresa pode atender via videoconferência os visitantes do seu site. Isso faz com que o contato seja muito mais pessoal e próximo.

O custo é de R$ 300,00 mensais.

Complementando o tema “Como montar uma loja virtual”, conheça mais a Meetime:

agende sua demonstracao

Diego Cordovez

Diego Cordovez

Co-fundador da Meetime

Diego Cordovez é Engenheiro Mecânico, sócio e diretor da Meetime. É responsável pelo maior mapeamento sobre este assunto no Brasil, a pesquisa Inside Sales Benchmark Brasil, e há 4 anos apresentador do podcast Casts for Closers, eleito em 2019 o melhor podcast de Vendas do Brasil, pela Vendas B2B Awards.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais assuntos relacionados:

Veja também

Mais informações sobre Inside Sales para você. Veja:

Acompanhe todas as novidades
sobre Inside Sales

Se inscreva na nossa newsletter e fique por dentro do assunto!

Obrigado! Seu cadastro foi realizado com sucesso. 😉