Co-browsing software: confira todo potencial desta tecnologia

co-browsing software

No começo dessa semana li um artigo do The Washington Post que fala sobre as três ondas da internet. A primeira começou em 1985 com empresas como AOL e Netscape construindo a infraestrutura através da qual pessoas iriam navegar na web.

A partir dos anos 2000 foi a hora de construir as aplicações, softwares e hardwares, que iriam interagir com a internet e permitir as pessoas realizarem infinitas tarefas com ela, principalmente se comunicando e colaborando com outros internautas.

A terceira onda vem para integrar a internet as atividades do dia a dia, como a Amazon está fazendo o Dash Button, que repõe produtos de uso recorrente na sua casa com a simplicidade de apertar um botão (que está conectado a internet).

E os softwares de co-browsing se encaixa na transição entre a segunda e terceira onda, assumindo o papel de principal ferramenta de suporte remoto no futuro (but first things first).

Co-browsing software: o que é, vantagens e perspectivas

O que é exatamente o Co-browsing

Co-browsing software é uma tecnologia que permite a navegação conjunta de uma página da internet entre duas ou mais pessoas. Existem diferentes tecnologias que permitem variados graus de interação entre os envolvidos no co-browsing, e essas tecnologias vem evoluindo de forma rápida nos últimos anos.

Algumas delas permitem apenas a visualização do que um dos internautas faz em uma página por mais pessoas, enquanto outras permitem a navegação conjunta, com rolagem da página e cliques, por mais de uma pessoa.

Hoje a penetração e uso da tecnologia ainda é restrito, usado principalmente por grandes empresas que trabalham com software no modelo SaaS.

Isso está mudando a medida que novas empresas, localizadas principalmente nos Estados Unidos e norte da Europa (a Meetime no Brasil), desenvolvem formas mais simples e avançadas de co-browsing. Com ela, e-commerces começaram a usar a tecnologia para prestar um atendimento premium aos seus clientes, e o uso deve se espalhar cada vez mais.

Uma pesquisa da Forrester avaliando a satisfação de clientes com o atendimento recebido por canal mostrou que o co-browsing software obteve o maior grau de satisfação (78%), superando em 9% o chat on-line e em 24% o atendimento por e-mail.

Diferenças entre o Co-browsing e o Compartilhamento de Tela

São três principais diferenças:

  1. A primeira é que no compartilhamento de tela uma pessoa interage enquanto as demais apenas observam o que ela está fazendo (baixo grau de interação).
  2. A segunda diferença é que o compartilhamento de tela sempre necessita que os usuários tenham um software ou plug-in instalado em seu computador, enquanto algumas versões de softwares de co-browsing dispensam essa instalação que frequentemente pode ser barrada pelo firewall de algumas empresas.
  3. E por último, o compartilhamento de tela permite que um usuário mostre o que está em sua área de trabalho para outras pessoas, enquanto o co-browsing permite apenas a interação conjunta em páginas web.

Daí a importância de saber escolher o co-browsing software mais indicado para suas necessidades.

Pontos positivos do Co-browsing

Dispensa instalação de extensões ou plug-ins: como falamos anteriormente, o co-browsing software pode ser utilizado sem que seus usuários tenham que instalar nada em seus computadores.

Isso é uma grande vantagem tendo em vista que as pessoas são resistentes a instalar aplicações desconhecidas em suas máquinas, e sabendo também que isso melhora consideravelmente a User Experience das pessoas com sua aplicação.

Alto grau de interação entre envolvidos: não apenas observar o que está acontecendo, mas apontar com o cursor do mouse determinada área de um site e navegar em conjunto com outra pessoa faz a interação, absorção de informação e satisfação aumentarem consideravelmente.

Dificuldades do Co-browsing

  • Firewalls e sistemas de segurança: apesar de dispensar instalações, o co-browsing por se tratar de uma aplicação em real-time pode ser bloqueado por alguns tipos de firewalls, o que irá dificultar e algumas vezes impossibilitar seu uso.
  • Velocidade de transmissão de dados: é um desafio fazer com que o movimento do mouse de dois indivíduos seja sincronizado com um delay mínimo, já que 2 segundos de atraso na transmissão de dados faz a user experience dos envolvidos sofrer.

Co-browsing na Meetime

Já que conhecemos os pontos fortes e fracos do co-browsing na Meetime, dedicamos nossa energia em ressaltar os pontos fortes e mais ainda em de alguma forma consertar os pontos fracos dela.

Como lidamos com o bloqueio por firewalls: realizamos testes periódicos da Meetime com os firewalls mais utilizados pelas empresas para garantir que ele não está sendo bloqueado por nenhum deles. Também desenvolvemos nossa tecnologia para que nunca seja necessário a instalação de nenhum tipo de plug-in, o que diminui o risco de bloqueio!

Como lidamos com a velocidade de transmissão de dados: utilizamos um servidor de última geração, hospedado no Brasil para ter a menor latência o possível nas transmissão de dados durante o co-browsing. Também fracionamos os pacotes de informação enviados durante a navegação conjunta com o objetivo de proporcionar uma experiência ainda mais rápida.

Além disso, percebemos que a maioria das empresas utilizam o compartilhamento de tela para fazer apresentações de arquivos .pdf e .ppt. Por isso disponibilizamos na Meetime uma funcionalidade chamada Compartilhamento de Arquivo, onde é possível fazer apresentações remotas de maneira mais interativa e profissional do que através do compartilhamento de tela.

Sua empresa vende produtos ou serviços online? Então comece um teste do co-browsing da Meetime, aumente a interação com seus clientes e veja o aumento na satisfação com o atendimento explodir!

Agende uma demonstração e teste nosso Co-browsing!


banner trial meetime

Resumo
Co-browsing: o uso e o futuro dessa tecnologia
Título do Post
Co-browsing: o uso e o futuro dessa tecnologia
Descrição
A Meetime discute neste artigo as principais vantagens, desafios e perspectivas da tecnologia de Co-browsing. Acesse o post e descubra mais!
Autor

Você pode gostar também de...