Como fazer um plano de negócios de uma empresa da capa aos contatos

como fazer um plano de negócios para uma empresa

Saber como fazer um plano de negócios de uma empresa leva tempo e consome muito esforço. Ele deve refletir a visão da equipe para o negócio, ter dados de mercado sólidos e mostrar um time forte e complementar.

Na Meetime utilizamos o direcionamento para construção de planos de negócio da Sequoia Capital, um dos mais respeitados fundos de investimento do mundo, e tendo isso como base, vamos repassar 11 passos que levam a construção de um ótimo plano de negócios:

Os 11 passos fundamentais de como fazer um plano de negócios de uma empresa

1)   Capa do Plano de Negócios

Aqui basta transmitir a identidade visual da companhia através de um slide. Duas outras dicas gerais:

  • Escreva o plano de negócios em inglês, já que alguns fundos de investimento que possuam ramificações no exterior podem solicitar.
  • Seja sucinto, já que a ideia é passar muita informação de forma condensada, não escrever 40 páginas que ninguém jamais irá ler. O objetivo desse documento é fazer o investidor se interessar pela sua empresa,  então condense o principal do seu negócio em no máximo 20 slides e deixe os detalhes para um segundo momento.

2)   Missão da companhia

Não há como fazer um plano de negócios de uma empresa sem definir sua missão.

Uma frase, curta e direta, que descreve com perfeição o que sua empresa faz. Tente descrever não apenas o produto ou serviço, mas também o benefício principal que os clientes tem ao adquiri-lo. Com isso já fica claro que você não está apenas construindo mais um produto, mas resolvendo o problema de alguém.

3)   Problema

Falando em problema, essa é uma das partes mais importantes para se saber como fazer um plano de negócios. Descrever um problema real, fazer com que o leitor imagine-o sofrendo daquela dor é uma das melhores formas de vender sua solução.

Uma dica é conduzir entrevistas com potenciais clientes antes de iniciar qualquer atividade para avaliar o tamanho do problema do cliente e ainda mais importante, se ele busca uma solução para ele (se ele não busca, quem sabe o problema não seja tão grande).

Um post fora de série que pode ajudar a planejar suas entrevistas é o do Blog Customer Development Labs.

4)   Solução

Da mesma forma que o leitor se imaginou tendo o problema, ele tem agora que ler a proposta de sua solução e visualizar o problema literalmente desaparecer com a utilização do seu serviço ou produto.

5)   Modelo de negócio

A melhor forma de descrever um modelo de negócio é por meio de um diagrama, onde o leitor consiga visualizar a interação em todos os envolvidos no sistema de forma super simples. Gaste um tempo extra e capriche nessa etapa de como fazer um plano de negócios de uma empresa.

6)   Mercado

Pode ter certeza: 99% dos planos de negócio que um investidor recebe irão descrever um mercado bilionário quase que inexplorado. O segredo não é esse, mas sim mostrar a segmentação de mercado, deixando claro quais serão os primeiros clientes atacados (e convertidos) e como expandir a partir dai.

É claro que os números devem demonstrar grande potencial, mas não bastam bons números. Saber capturar diferentes fatias de mercado e perfis de clientes é tão importante quanto.

7)   Concorrência e Vantagem Competitiva

Primero passo: esqueça a frase “eu não tenho competidores”. Não importa o grau de inovação da sua tecnologia, sempre existe alguém oferecendo algo semelhante, não necessariamente dentro do mesmo modelo de negócio, mas um produto que de forma análoga capture a mesma fatia do mercado. E se vocês  brigam pela mesma fatia de mercado, são grandes as chances de serem concorrentes.

Depois de estudar a concorrência, descreva sua PRINCIPAL vantagem competitiva. Não escreva uma lista de dez pontos fortes do seu modelo, isso cria complexidade e tira atenção do seu grande diferencial.

Seja específico, mostre claramente sua vantagem competitiva de longo prazo que de fato irá criar uma barreira de mercado contra a concorrência, e imprima isso no cérebro do leitor. O objetivo é que ele acabe de ler esse slide e pense: “Ok, então essa é a empresa X, que é diferente do resto do mercado por causa de Y.”

8)   Time

Sem segredos aqui, apenas descreva os principais colaboradores da empresa da seguinte forma: área de trabalho na empresa, formação e link para o perfil do LinkedIn. Se tiver espaço coloque também uma foto desses membros ao lado dessas informações.

É importante mostrar que a empresa soube como montar uma equipe competente.

9)   Resultados alcançados

Quais os resultados alcançados até agora? É muito importante mostrar que está havendo uma boa gestão do desempenho empresarial e colocar isso em um Business Plan.

Pessoalmente acredito que isso é fundamental. Mostrar ao investidor que você já está colocando a mão na massa e tem resultados concretos para mostrar é a melhor forma de atestar sua proposta de valor.

Afinal, alguém já está pagando pelo seu produto.

10)   Proposta

Quando chegar nesse ponto seu plano de negócios deve ter convencido o investidor ou seja lá quem esteja lendo o documento que seu negócio é promissor e seu time é o certo para transformar aquela visão em realidade. Mas ainda fica uma pergunta na cabeça do leitor: o que eles precisam para cumprir esse plano e o que eu ganho com isso? Que tipo de negócio está sendo proposto?

Responda a essas perguntas de forma direta!

11)   Contatos

Deixe aqui as duas melhores formas de se entrar em contato com você. Aproveite o espaço para deixar um link para seu website, como um convite para conhecer mais sobre seu negócio. Se seu plano de negócio seguiu essa linha pode ter certeza que ao menos um visitante extra você vai conseguir!

Tem alguma duvida de como fazer um plano de negócios de uma empresa? Você usa outra metodologia? Compartilhe conosco suas dicas e opiniões nos comentários.

Créditos da imagem: CPB

Você pode gostar...