Guest Posts: a estratégia Link Building que gerou 400% de aumento para nós

Estratégia Link Building

SEO sempre foi um dos motores de tração mais usados por nós dentro da Meetime, e não existe resultado em SEO sem a devida Estratégia Link Building. E por meses testamos de tudo, até mesmo construir links em artigos do Wikipedia (a propósito, funciona bem para redirecionamentos e obtenção de leads), e o que mais trouxe resultados para nosso ranqueamento são os links vindos de Guest Posts.

E é compreensível: links ao longo de um texto são mais naturais para mecanismos de busca do que se você cadastrar seu site no CrunchBase (ou qualquer cadastro de empresas). Estes sites de cadastro geram links “no-follow”, que “dizem” para o mecanismo de busca não seguir seu link, e isso gera baixo poder de influência sobre o ranqueamento.

OK, Guest Posts funcionam! Mas como escalar essa estratégia de link building, fazer a produção e distribuição de conteúdo externo se a equipe de Marketing da Meetime se resume ao CMO e a 25% do CEO, e esses escassos recursos se dedicam à produção interna?

E a resposta (quase óbvia) veio depois de algum tempo: externalizamos nossa produção de conteúdo para Guest Posts aos redatores da Contentools, e nosso trabalho de Link Building se resume a encontrar portais para publicar estes artigos. Simples, e funcional!

O resultado? 400% de aumento na geração de conteúdo externo ao blog da Meetime. O que antes se resumia em 4 (no máximo 6) Guest Posts mensais viraram 24 artigos. E contaremos em detalhes como implementamos essa estratégia link building e seus resultados já de curto prazo, num post prático e detalhado.

Aproveita! 😉

Os segredos de nossa estratégia link building

1. A solução

Nossa parceria com a Contentools já é de algum tempo: produzimos um eBook sobre Marketing de Conteúdo para empresas de Software e um webinar sobre Como usar Marketing de Conteúdo para escalar Vendas. Mas até então não havíamos feito uma parceria que envolvesse a contratação do SaaS que a empresa fornece.

Por ele é possível automatizar o conteúdo (publicação) através de integração com seu wordpress, gerar fluxos de trabalho dentro da sua equipe, monitorar entrega e prazos dos trabalhos, integrar as mídias sociais da empresa, etc.

Inserimos abaixo uma tela do nosso Dashboard para que você conheça um pouco mais dele.

Estratégia link building

2. Os pilares da estratégia de link building e o método de trabalho

Estratégia link building

A primeira informação relevante que você precisa ter sobre essa estratégia link building é o grau de exigência quanto aos artigos: escolhemos posts mais curtos e superficiais, em torno de 800 a 900 palavras.

Nunca foi a intenção fazer posts aprofundados, com mais de 2000 palavras, pois isso daria complexidade ao processo e tiraria muita velocidade do Link Building. Se você planeja copiar essa estratégia (tudo bem por mim) tenha em mente a simplicidade da produção.

Outro pilar dessa implementação: temas claros e bem definidos. Isso dá segurança aos redatores de que você não vai iniciar escrevendo sobre Yoga e terminar sobre Eletromagnetismo. Além da segurança, isso dá mais velocidade ainda ao processo, pois o mindset dos redatores está sempre nos macrotemas que você estipulou.

Por exemplo: decidimos escrever sobre Empreendedorismo e Gestão, Marketing Digital e Vendas. Isso cobre a vasta maioria dos parceiros que abordaríamos e dá estabilidade ao processo de produção.

Nossa terceira estratégia fundamental: referências! Se você quer uma visão parecida com a sua no artigo você precisa fornecer aos redatores todas as referências importantes que lê e considera essenciais. E isso precisa ser feito com todos os detalhes, pois se você deixar todo o trabalho de pesquisa ao redator seu post não terá seu DNA. Além do retrabalho de rejeitar o post, enviar os feedbacks ao redator, receber uma nova versão e só então aprova-la, já na semana posterior à de início. Speed, Batman!

E por último, o elemento que suporta todos os outros desta estratégia link building: a disciplina! Você terá um trabalho de fornecer e aprovar 6 posts por semana, e gerar ideias não é tão rápido quanto parece.

Se você enviar suas ideias na quarta-feira seus redatores só terminarão os artigos na próxima semana, e tudo se perde. Sem contar o esforço necessário para encontrar portais e dar vazão aos artigos produzidos na semana anterior. Sem disciplina nisso tudo, nem comece o projeto!

3. Implementação da estratégia de conteúdo

Tão importante quanto a própria estratégia de link building em si é a implementação dela em si. E isso exige o preenchimento e transcrição de todas os insights gerados, que servirão de apoio aos redatores. Vamos abordar abaixo os principais pontos de uma boa estratégia.

3.1 Buyer Persona (dos blogs parceiros)

Este é um ponto delicado e que orienta toda a formatação dos artigos. Você não trabalhará com suas próprias personas e o desafio é orientar os redatores quanto às personas dos blogs onde você publicará.

E como provavelmente ainda nem os conhece, você precisa traçar alguns perfis genéricos e iniciar o trabalho assim mesmo. Repare em como criamos as personas aqui na plataforma da Meetime:

Estratégia link building

  • Persona 1 – João, empreendedor experiente: João tem 45 anos, e está no seu segundo empreendimento que já dura alguns anos. Está aprendendo ainda as primeiras dicas de Marketing Digital e domina finanças como ninguém. Empreendedor com formação em Administração de Empresas, sem base técnica de programação. João busca dicas sobre Empreendedorismo em geral. Como característica principal costuma liderar pelo exemplo, e tem disciplina com horários. João pertence à geração X, que busca estabilidade e valoriza-se pelas competências adquiridas.
  • Persona 2 – André, CEO de uma nova startup: André tem 25 anos e está no seu primeiro negócio, uma startup no ramo de tecnologia. E por isso é um early-adopter, e adora testar novos serviços e tecnologias. Usa o LinkedIn e o Facebook como redes sociais principais, e busca orientação quanto a gestão de sua startup nos temas de: métricas, atendimento ao cliente e vendas. Tem domínio básico de assuntos relacionados à startups, mas Finanças não é seu forte. André é da geração Y, inquieta e contestadora, que valoriza o mérito.

Uma última observação: você não deve confundir com as personas da sua empresa. É tentador apenas reproduzir, mas se você o fizer seus redatores produzirão outro conteúdo, totalmente inadequado ao parceiro que vai receber. Portanto, identifique perfis mais genéricos e assuma esse risco inicialmente.

Perceba que em nenhum momento citamos SaaS ou Inside Sales, vitais para o negócio da Meetime e que fazem parte da nossa persona ideal. Isso porque trabalhamos num nicho onde a maioria não se encontra, e se restringíssemos assim não encontraríamos blogs suficientes para publicação.

3.2 Detalhes da Estratégia de Conteúdo

Estratégia link building

Aqui você terá 4 campos a serem preenchidos e definir pontos importantes de sua estratégia link building:

I – Keywords: as palavras-chave que você gostaria de escrever. Usamos esse campo para colocar os macrotemas aos quais estamos interessados.

“Empreendedorismo, Startups, Finanças para empreendedores, Marketing Digital, Atendimento ao cliente, Vendas Online, Inside Sales”

II – Goal: especificar claramente qual a meta do trabalho.

“Nossa estratégia principal é pegar os conteúdos mais genéricos e fazer deles Guest Posts no blog de outros parceiros, pois o conteúdo da Meetime continuará interno. Isso acelerará o número de links apontando para a Meetime, melhorando nosso posicionamento orgânico. Portanto a persona target é a dos blogs que vamos escrever, então não dá para traçar um perfil muito certo e sim mais genérico. Informar a persona da Meetime para vocês pouco adiantaria. Podemos conversar mais sobre isso!”

III – Brand’s voice: a voz da marca, como ela se comunica e o tipo de linguagem que ela usa. Veja abaixo como preenchemos.

“Nossa marca se comunica de maneira técnica e divertida ao mesmo tempo. No campo abaixo estão alguns exemplos de posts, para tomarem como base.”

IV – Sources of Information: aqui você detalha todas as fontes de informação relevantes para o projeto. Escolhemos trabalhar post a post, mas preenchemos esse campo com os Guest Posts que já havíamos publicado antes do projeto para dar uma ideia da linguagem que exemplificamos no campo de Voz da Marca. Não se esqueça de incluir todo e qualquer tipo de referência que julga importante.

“Aqui vão alguns guest posts que escrevemos para parceiros, inclusive a Contentools:

…..”

4. Resultados alcançados em 2 meses

Sim, SEO é um trabalho de meses, de um ano no mínimo para haver resultados expressivos. Mas mesmo assim,com esta estratégia link building, em dois meses de trabalho já sentimos diferença no peso do domínio da Meetime e nos acessos orgânicos, em algumas palavras que pretendemos ranquear. Veja abaixo a evolução no ahrefs, ferramenta que mapeia e analisa os domínios da internet.

Em dois meses são:

  • 17 domínios a mais;
  • 6 milhões de posições a menos no ranking;
  • 3 pontos em Domain Rating, que dá uma ideia do “peso” do domínio em relação aos outros;

Estratégia link building

Extrato do ahrefs em Outubro de 2015

Estratégia link building

Extrato do ahrefs em Dezembro de 2015

E o dado que reflete fielmente esse aumento nos domínios apontando são os acessos orgânicos, crescente desde então. Tivemos 50% de aumento nas visitas orgânicas mensais (719 em Setembro para 1079 em Novembro). Esse sprint nos Guest Posts foi a única ação relevante em Link Building que fizemos nestes dois meses e o resultado foi sensível. Veja abaixo o print do RD Station:

Estratégia link building

Vale a pena investir em Guest Posts como Estratégia Link Building?

Há diversos posts sobre a importância do Guest Post dentro do tema Link Building. Em TODAS as leituras que fiz recentemente sobre SEO e Link Building vi um aspecto de comum acordo: os mecanismos de busca estão cada vez mais inteligentes e conseguem detectar links naturais dos forçados, e já dão menos importância aos links de rodapé, além dos já sabidos menos importantes links “no-follow”.

Nos Guest Posts você normalmente consegue links “do-follow”, que são links onde o blog “autoriza” o mecanismo de busca a seguir seu link, dando mais autoridade a ele. Portanto, sim vale muito a pena investir em Guest Posts.

E se você quiser contratar a Contentools e seguir nossa estratégia também, fique à vontade em clicar na logo abaixo:

Estratégia link building

Créditos da imagem de capa do post: HD Wallpapers

Resumo
Como aumentamos nosso Link Building em 400%
Título do Post
Como aumentamos nosso Link Building em 400%
Descrição
Neste artigo a Meetime conta todos os detalhes da parceria com a Contentools e como conseguiu um aumento de 400% no Link Building usando Guest Posts
Autor

Você pode gostar também de...