Casts for Closers #93 – Como fazer vendas em redes sociais

vendas em redes sociais

Hoje inauguramos mais um episódio patrocinado pela Growth Machine. Já falamos antes sobre Social Selling (vendas em redes sociais), mas na época ninguém tinha chacoalhado tanto como esse cara.

O episódio #93 tem como convidado o Thiago Reis, patrocinador e fundador da Growth Machine, uma empresa de consultoria e de educação especializada em implantar máquinas de vendas em operações comerciais.

O episódio está cheio de hacks e o Thiago abriu sua estratégia pra gente. Ouça o podcast e aproveite a aula!

Casts for Closers #93 – Como fazer vendas em redes sociais

Neste episódio nós falamos sobre:

Quando começou a demanda

  • Percebeu o LinkedIn como canal de aquisição
  • Pegou a rede no início na produção de conteúdo
  • Achou e atacou uma veia com as postagens
  • Encontrou mentores, fez amizade e uma boa rede de contato
  • A partir disso lançaram o curso Máquina de Vendas e rodaram o bootcamp (Growth Day)

Qual a estratégia utilizada nos posts

  • Posts de hacks: que admitem dor, fraqueza, trazem storytelling e não têm objetivo comercial
    • Assim como no Inbound, mídias sociais precisam de estratégia de persona
    • Fale sobre a dor e crie empatia com a audiência
    • Algoritmo do LinkedIn quando te vê como relevante, ele entrega mais o post e a roda começa a girar
  • Na época, o LinkedIn tirou o limite que tinha de curtidas, pois o termo de uso da rede prevê que o post tem que ser aprovado manualmente depois de determinado número
  • A cada 5 publicações:
    • 3 não vão ter objetivo comercial (os posts de hacks) pois:
      • Dá uma hackeada no conteúdo: mostra para mais pessoas e aumenta seu alcance e relevância para o algoritmo do LinkedIn
      • Pessoas que não são de Vendas que interagem com os posts certamente estão conectadas com pessoas de Vendas
    • E 2 posts são com objetivo de gerar lead ou fazer venda
  • Só for post comercial, o público não gosta; se for só post de hack, podem achar que você não agrega
  • Haters são muito bem-vindos
    • Toda vez que a gente se expõe, a gente atrai coisa boa e coisa ruim
    • Caso da Bettina: “Quer agradar todo mundo? Não faça nada”
  • Quando você se sente desconfortável em postar o conteúdo, significa que está bom

Próximos passos da Growth Machine para vendas em redes sociais

  • Atualmente estão fazendo bootscaling e querem superar barreiras com o Growth Day
  • LinkedIn bateu no teto em geração de demanda, então tem que abrir outros canais de aquisição para bater a meta de 60 pessoas por Growth Day
  • Instagram funciona muito bem: 1 story fez uma venda considerável
    • A rede também tem alguns hacks para alternar Stories e Lives
    • Estratégia para audiência morna e fria: fazer nuggets de vídeo para pessoas que não conhecem e avançar com as que alcançam 30% de visualização
  • Vídeo veio para ficar, nada engaja tanto quanto, seja para compartilhar conteúdo ou para o processo comercial
    • Traz proximidade e engajamento no processo de Vendas em redes sociais
  • É importante transferir autoridade no médio prazo para a equipe e, no caso da Growth Machine, não aparecer e depender apenas do Thiago
  • As pessoas não querem comprar de vendedores, querem comprar de autoridades, especialistas
    • Para empreender, é necessário fortalecer a marca pessoal
  • É algo que todos podem fazer se colocarem energia e foco

Conheça nossa certificação em Inside Sales

Você pode gostar...